domingo, 25 de julho de 2010

Handbags, It Bags, Designer Bags...

(Post com conteúdo altamente feminino)

Eu nunca tive assim essa vontade louca de ter uma bolsa dessas carésimas. HA-HA nem a vontade nem muito menos a grana, né? Prá mim rola(va) todo aquele constrangimento, aimeudeus eu vou comprar uma bolsa que alimenta uma família, eu podia fazer tanta coisa com isso, etc etc. Plus que eu nunca teria o cash prá ir lá e dar uma de malandra gastando meu suado salariozinhoinho.

Enfim, só que aqui rola um complô contra os meus princípios pão-durentos. Sério, aqui as moça Inglesas quase só usam bolsas carésimas. São tantas que, quando eu cheguei na minha abençoada ex-ignorância, tinha tanta, mas TANTA bolsa Mulberry pela rua que eu achava que era tipo uma marca mais barata que imitava a Burberry - juro! (Hoje eu sei tá, sei muito bem quanto elas custam).

Tipo assim, andando na rua, no metrô, em qualquer beco tá lá uma cidadã com sua Miu Miu de £700, sua Louis Vuitton de £600, sua Marc Jacobs de £400 - prá falar das mais humildes... Simples assim. Tem umas que você até pensa "Ok, meio carne de vaca essa aqui..."

A Neverfull e a Speedy da LV eu tô nem considerando mais. Tem MUITO aqui, parece da 25 de Março, juro!

E quando eu falo que o assunto é sério, é verdade, ok? Em um documentário da BBC sobre a geração dos Noughties (nóis, anos 2000) é um termo quase científico: Bagonomics. Aparentemente (e você enxerga na rua) nos meados da década as bolsas foram o fenômeno mais crescente na moda de luxo e as Britânicas gastaram £350.000.000 em um ano só em bolsas.

"Bagonomics was the driver of the fashion industry in the Noughties. Rising incomes or just the power of the credit card, brought these huge purchases within many people's reach. But this wasn't about head-to-toe luxury. The mixing of high fashion and high street was a trademark of the decade. New, speeded-up production techniques meant that often it was hard to tell which was which".

Simplesmente o que diz ai em cima é: as moça compra suas roupas baratchénhas na Zara, H&M, Top Shop ou até Primark e gasta os zóio com uma bolsa prá assim... complementar o vizu.

Pobrema é que dai né, nóis pobres mortais aqui acaba achando nóóórmal ter um regalo desses no armário prá ir com as blusinhas do Primark! Eu já tenho até plena consciência de que eu eventualmente não vou resistir, vou ceder, ir lá comprar uma e o Rodrigo vai me largar. Mas fazer o que? Quisera eu ter continuado na minha santa ignorância, mas agora que eu sou lembrada toda hora o quanto algumas dessas bolsas são lindas, não tem mais volta. Daqui uns meses eu conto qual foi meu deslize.

(só uma mulher consegue entender a profundidade do tema, só.)

9 comentários:

Andreia disse...

Acho que essa influência "modística" de bolsas de marca, depende muito da cidade onde se mora também. Aí em Londres realmente é uma praga. Para onde se olha tem uma LV. Já virou uma coisa tão batida e comum, que acho que nem rola mais vontade de ter uma justamente pelo fato de que todo mundo tem e vc não quer cair na mesmice das outras meninas e acabar virando mais um rostinho, ou melhor, bolsinha, na multidão. Aqui em Cornwall já é completamente ao contrário! É raríssimo ver pessoas andando pelas ruas exibindo ítens de vestuário de marca, o que pessoalmente, eu acho que é bem mais realista. Vc não se sente naquela competição de ter que ter isso ou aquilo para poder se encaixar ao meio, porque quase ninguém tem e quando tem, não saem exibindo por aí.
Desculpa o comentário-testamento! :)
Bjs

Mi disse...

Concordei 100% com a Andreia acima. Se todo mundo tem, vira uma coisa batida mesmo, em vez de ser um ítem especial. Qual a graça daí? Fora que eu não tenho a menor vontade de ter uma bolsa que todo mundo bate os olhos e sabe o quanto custou. Acho isso meio brega até, sabe? Se for pra pagar os olhos da cara, quero um ítem mega exclusivo. Bjos! Ps - essa do Mulberry versão bagaça da Burberry me fez rolar de rir, foi ótima!!! Hahahahaha Pior q do jeito q a coisa tá é isso aí mesmo!!!

Helô Righetto disse...

eu sei eu sei... eu ja fui vitima e gastei horrores na minha... enfim, passei por 1 processo de culpa mas nao me arependo! mas uso ela mesmo, o tempo todo, pra fazer valer!

Mi disse...

só para complementar - eu realmente acho q o fênomeno it bags tá completamente blown out of proportion. Dá pra comprar tanta coisa legal com o $$$, ou viajar, ou poupar, etc,etc. Dito isso, entendo totalmente o ponto da Helô tbém. Se tu REALMENTE quer uma, vai fundo... Não tem nada melhor q desejar muito uma coisa e poder realizar! A minha it bag desejo é uma da Chloe que (acho) não é das mais batidas... But again, por tudo q eu já falei perdi total o tesão de querer comprá-la (ainda bem para o meu rico dinheirinho!!!)

Marina disse...

Pois é, aqui tem umas bolsas (essas duas da LV especialmente) que parecem saídas da 25 de Março, qualquer uma tem! No começo eu queria uma dessas porque são das "affordables" (ahãm... haha), mas hoje penso meio igual à Mi: se é prá ter uma dessas objeto de desejo, melhor ter logo uma maraaaavilhosa, que mesmo mais cara, eu 1)babe por ela 2) use horrores que nem a Helô - aliás a preta dessa eu tenho muitooo desejo haha 3) Ninguém bata o olho e saiba qnto custa, reconheça, etc... Muito mais interessante...
Enfim, não por enquanto, mas quem sabe um dia, néam? :)

Fe Granado disse...

Oi Má!
É isso mesmo! Aqui em Londres, nao só as bolsas, mas td é uma tentaçao. Saio na rua e me sinto bombardeada, volto pra casa em depressao pq queria ter comprado um monte de coisas e nao pude!
Meu problema com bolsas começou faz tempo, antes de morar aqui, mas concordo com vc, tá mto banalizado. Quase nao uso minhas LVs, to preferindo as sem logo no momento. E se vc quiser investir em uma, invista em um modelo sem logo e que nao entre em promocao. Ou seja, que a marca tenha todas as temporadas, assim nao fica datada e vc pode usar pra sempre.
Bjo Fe

Dedé disse...

Ah! Compra uma na 25 de Marco mesmo!!! hahaha

Helô Righetto disse...

meu, voltei a usar a minha da side walk q tava guardada faz tempo depois q li esse post... rsrsrsr

Anônimo disse...

kkkk..ve-se que o seu blog tem uma "troupe" feminina de seguidores eheheh Não me lembro de nenhum outro post com tantos longos comentários:-)
By the way,vc sabe que nunca liguei para "grifes" e se fosse pra gastar assim como uma bolsa,só se eu REALMENTE estivesse com tanto dinheiro,que isso fosse,digamos apenas um mimo de viagem ehehehh e cá pra nós eu acho as LV muito batidas..parecem da "twenty five"
Mamadi