sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Maurrina versão 2.4 2010

Após uma festjénha de final de ano muito divertida e num clima, digamos... festa estranha com gente esquisita (leia-se vários homens de meia idade com mulheres de vida licenciosa) o ano já começou e, infelizmente, aqui o ano não começa só depois do carnaval. Começa djá, segunda-feira, 4 de janeiro.

Ano passado eu tava meio em stand-by, tinha uma preocupação constante (emprego, emprego, emprego), passeei mais do que qualquer outra coisa, fiquei hooooras na frente do computador fazendo nada e agora tudo começa a valer. Então aqui vão minhas resoluções para o ano que se inicia:

- Vou amar o meu trabalho, apesar de eu estar com raiva de ter trabalhado entre natal e ano novo hihi. Vou fazer eu gostar dele tanto quanto eu gostava da Kaiser, e mais ainda, porque todo final do mês ele vai me dar tudo o que eu pedi desde junho: salário, rendimentos, grana, dindim.

- Eu não vou sair do trabalho e gastar todo o meu salário, rendimentos, grana, dindim, nas lojas incríveis de Oxford Street. Porque apesar da minha alegria de trabalhar num lugar tão legal, poxa vida, ninguém merece passar tanta tentação numa caminhadinha de 3 min. entre a estação e o escritório. Auto-disciplina é tudo nessa vida.

- Eu vou muito me fazer de cidadã Londrina completa. Já tenho casa, emprego, Insurance Number, registro no médico, plano de academia até setembro e quase conta no banco. Só me falta o sotaque, mas a gente trabalha nisso devagarinho, né?

- Vou tentar viajar algumas vezes, mas não muito porque né, também não é assim tão simples. Mas até março sou obrigada (olha que lindo) a tirar pelo menos 2 dias de férias então vou prolongar algum final de semana e viajar, está combinado. Despois vou pro Brasil (nossa, tô com saudades, ainda mais ouvindo as hitórias de praia de final de ano...) e no segundo semestre quem sabe mais um final de semana prolongado somewhere. E quero passar o final de ano no Brasil também, porque foi tudo lindo, maravilhoso, divertido, mas sai prá lá que eu quero ir prá praia ficar descalça na areia.

- Eu vou continuar fazendo meu ballezinho, a academia e, quem sabe, termino o ano com uns quilos a menos (gente, eu sei, tenho consciência, eu não sou gordjénha. Mas eu engordei. É um fato da vida... Então não me custa nada pensar que nem toda mulher e ter como meta de começo de ano emagrecer, oras!)

- Eu não vou mais receber visita, prontofalei. Porque sério, muito bom ir viajar e dai voltar prá sua casa, mostrar as fotos prá galhera, entregar os presentes, admirar as comprinhas... Mas e eu, poxa? E eu que cá fiquei? Minha mãe e vóvis foram embora ontem e parece que passou tão rápido e só o que sobrou sou eu e o quarto vazio prá contar a história. :(

- Mentira, eu quero moito é receber visitas. Então já estou esperando a Tia Cuca (nem me engabele, você virá!) o Rafa em Maio (você também não tem mais volta), minha mãe em agosto novamente (você vem, né?) e todas as visitas maiômenos planejadas tipo da JUUUU, da CLAUUUUU, hein suas malandras! Mesmo que depois eu fique aqui chorando sozinha, com mais saudades ainda.

- Eu não vou me sentir velha, tá bom? Porque apesar de eu estar vendo alguns cabelos brancos (sim, eles chegam meio na surdina, né, impressionante!), o processo continuo de engorda, a preguiça de exercícios, a dor nas costas, a mania de casa e ser chamada continuamente de Mrs. Gonzalez (esse é duro, é um golpe), eu sou uma pessoa moito da jovem e não posso me abalar assim tão facilmenteeee!

- Eu não vou mais te abandonar, viu blog? Ainda mais que a temporada de Meire na cidade me rendeu vários programas que eu posso contar mais prá frente e tenho certeza que vou ter várias pérolas estilo Ossos do Ofício do Reader's Digest prá contar, nesse novo trabalho, nova vida.

Ficam as fotos da nossa festona de ano novo aqui perto de casa. Muita comida gostosa, muita bebida (principalmente no after hours de Ivete Sangalo aqui em casa mesmo), um DJ de dar dó e vendo a vovó entornar num só gole sua taça de champanhe.



(A foto fica giganta e dá prá ver tudo)

3 comentários:

Anônimo disse...

Querida Filhota!!

Muitissimo obrigada por me receber em sua casa!!! Os agradecimentos são extensivos ao Rô que gentilmente abandonou a sua cama pra cede-la a mim e vovó...
A experiência foi inesquecível...meu "primeiro White Christmas"... Tantos lugares bonitos e museus ... e o prazer de proporcionar td isso pra vovó,que afinal é "gent´s" rsrsr
Amo vc e desejo-lhe um 2010 maravilhoso.. You deserve the best
Whith love
mamadi

Gabi disse...

Ma..!

Viciei no seu blog. Suas histórias são tão divertidas que dá vontade de mudar pra longe também..!

Bjoo e ótimo 2010.!

Julia disse...

Adorei as resolucoes!! quero ver vc virar uma cidada londrina de verdade hein!! E quero mto ir te visitarrr